Factorama: http://factorama2.blogspot.com Publicação de divulgação científica em meio eletrônico.
Factorama

Atualizado diariamente - www.factorama.com.br - ISSN: 1808-818X

Guia cego ou cegueira proposital?

quinta-feira, março 19, 2009 11:56:00 AM


Ratzinger deseja que a Africa dê um exemplo de castidade que nem mesmo os padres conseguem mostrar como única medida saudável para vencer a AIDS: abstinência e nada de camisinha.
Quais são as pesquisas que mostram que a camisinha aumentou a incidência de AIDS? Quantas vidas a ortodoxia católica conseguiu salvar com o dogma da abstinência? O papa não apresenta dados, mas lança hipóteses como se fossem verdades absolutas, testadas e aprovadas. Não prova, dogmatiza pondo em risco a saúde e a vida dos milhares de africanos que ainda confiam na "santa madre igreja".

Se, segundo a moral católica, a fornicação é um mal (pra mim é um bem), a exposição do parceiro sexual à uma doença incurável e mortal não seria um mal imensamente maior? Como um papa pretensamente infalível, doutor em dogmática, não consegue perceber a desproporção entre uma trepada e um assassinato? A misericórdia do Deus-Amor, (que não quer a morte do pecador, mas que ele se converta ao amor e viva), foi banida da teologia católica sob Bento VI?

A imprensa do mundo todo, instituições humanitárias que lutam contra a expansão da AIDS na Africa como a Médicos sem Fronteiras e mesmo grupos missionários católicos criticam a posição papal. Alguns falam em autismo fundamentalista, outros em homicídio premeditado, outros em genocídio ideológico e sugerem exame psiquiátrico e detenção por crime contra a humanidade. Veja matéria da Radio-Canada aqui.

A recusa em assumir o passado de discriminação da igreja contra crianças, mulheres, povos autoctones, negros e membros de outras confissões, a indiferença contra o massacre dos indios nas Américas, dos negros em vários países da Africa, dos judeus na Alemanha, dos e agora esta cegueira papal, ingênua ou proposital, reforça ainda mais a idéia de que o sumo pontífice busca a aniquilação da Africa pela AIDS, submissa pela armadilha da fé na igreja; que sua ortodoxia estúpida é uma versão do golpe final nazi contra os negros, mal disfarçada sob o manto branco da sua santidade.

Quando o representante mais influente da comunidade católica incentiva (com ameaças) seus fiéis à abandonar as medidas de prevenção cientificamente reconhecidas e propõe outra cuja eficácia não tem nenhum prova de validade, ele assume a responsabilidade pelas consequências. Todo o clero que se cala assume solidariamente o que diz seu representante máximo, incluindo a responsabilidade pela expansão da AIDS na África.

PS1: Conversei hoje como um amigo congolês e ele me disse que a intenção do papa é evitar que as campanhas de prevenção estimulando o uso da camisinha encoragem as crianças a começarem a vida sexual antes da idade, ou os jovens à praticarem sexo fora do casamento, etc. Se a intenção era esta, ele visou no alvo errado: deveria focalizar as campanhas e não desacreditar a prevenção pelo uso da camisinha.
Tudo bem que o papa acredite neste mundo de fantasia, em que os adolescentes não se masturbem e nem se iniciem sexualmente antes do casamento, mas, santo Deus, e se isto acontecer, e acontece frequentemente, é justo que eles sejam punidos com a exposição à AIDS?. E se mesmo casados um dos parceiros descobre estar contaminado, a camisinha não é uma solução para a evitar a contaminação do parceiro? Ou será que o papa vai lhes impor a abstinência completa de sexo, uma vez que nem o divórcio com o objetivo de contrair novo matrimônio não é permitido?
Perguntei ao meu amigo congolês se ele iria usar camisinha ou não, e ele me respondeu que isto era de foro privado. Ok, mas porque deveria ser de foro papal?
Insistir no fundamentalismo moralista é negar o caráter unitivo do sexo cuja finalidade ultrapassa a procriação, é ignorar o valor maior do amor que está acima da fé e da esperança, e bem acima da possibilidade de reprodução sexual. Respeitar a vida (aí esta o argumento que o papa usa para condenar o aborto) é expressão do amor de Cristo, que deu a vida pela humanidade, pra que tenhamos vida em abundância, que é mais vida quando qualificada de saúde e de prazer. Usar a camisinha para proteger a si mesmo e ao seu parceiro, ou mesmo para evitar uma gravidez prematura, é um gesto de amor cristão.

PS2: Soube que duas mulheres foram mortas, em Angola, antes da celebração da santa missa, pisoteadas pela massa que invadiu o estadio quando os portoes foram abertos . Estas mártires da fé serão canonizadas, tanto quanto os fiéis que se entregarão à procriação abençoada com o risco de contaminação pela AIDS? Francamente, parece que a igreja precisa criar fatos polêmicos mesmo que provoquem eventos dramáticos para provar a si mesma que ainda detem algum poder. Se conhecemos a árvore pelos frutos, esta árvore que intoxica o espírito, que aliena os povos, que submete-os ao mal ao risco da propria existência é uma arvore de morte.

Marcadores: , , ,


Copyright © 2003 - 2010 Factorama. Os artigos contidos nesta revista eletrônica são de responsabilidade de seus autores. A reprodução do conteúdo, total ou parcial é permitida, desde que citado o Autor e a fonte, Factorama http://factorama2.blogspot.com. Publicação de divulgação científica em meio eletrônico. Destinada ao debate político, econômico, ambiental e territorial, com atualização diária. Ano 6, Primeira edição em julho de 2003. BLOG é abreviação de weblog. Vem de web, que significa internet, e log, de conectar-se à rede. Qualquer publicação freqüente de informações pode ser considerado um blog.

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Página Principal - Arquivo Morto do período de 12/2003 até 03/2006
 

A motosserra está de volta!!!

Motosserra

Copyright © 2011 JUGV


Arquivos FACTORAMA



Site Feed Site Feed

Add to Google