Factorama: http://factorama2.blogspot.com Publicação de divulgação científica em meio eletrônico.
Factorama

Atualizado diariamente - www.factorama.com.br - ISSN: 1808-818X

Gentrificação

domingo, abril 13, 2008 12:35:00 PM

O termo "gentrification" parece ter sido inventado por Ruth Glass em 1963, para definir o processo de substituição de uma população pobre por uma população de maior poder aquisitivo na ocupação de uma área da cidade.
Um caso clássico que exemplifica este processo é o do Greenwich Village, em Nova Iorque. Neste bairro operário, uma faixa da classe média, interessada nos benefícios da vida urbana: na proximidade entre moradia, trabalho e lazer à baixo preço, ocupa os apartamentos disponíveis, diminuindo a oferta. Rapidamente o valor imobiliário dispara e os habitantes tradicionais não conseguem mais arcar como os aumentos. Para resolver este problema, pressionam o poder público para que construa alojamentos sociais, ou seja, edifícios de apartamentos, afim de aumentar a oferta e baixar o preço dos aluguéis.
No caso do Greenwich Village, os novos moradores são classificados como "bobos", ("bohemian bourgeois") artistas e intelectuais com um estilo de vida urbano que valorisavam a atmosfera do bairro operário e as vantagens de proximidade do centro. Os não bobos, ou seja, a classe média desejosa de silêncio, tranquilidade e segurança, se refugia em novos empreendimentos, distantes do centro, buscando recriar comunidades onde seus filhos possam crescer entre crianças de mesmo nível cultural, utilizando o transporte individual para acessar a escola, o comércio e o trabalho, necessitando assim dois ou mesmo três carros por família.
Após o processo de "limpeza" social do bairro operário feito pelos "bobos", uma outra categoria de classe média é atraída ao bairro gentrificado, os "yupps" (young urban professional parents). O que caracteriza os yupps é a recusa da mulher em abandonar sua carreira profissional para se ocupar da casa e das crianças. Neste caso, com o acréscimo da renda familiar, é possível ao casal pagar o custo imobiliário no bairro gentrificado e uma babá, podendo também usufruir dos serviços urbanos e dos prazeres da vida cultural e comunitária que o bairro gentrificado oferece.
Espacialmente, o que caracteriza o bairro gentrificado é a presença de cafés, restaurantes finos, galerias e teatros.

Fonte: Donzelot, Jacques (2007) The three-speed city In: Dialogues in urban & regional planning

Marcadores: , , ,


Copyright © 2003 - 2010 Factorama. Os artigos contidos nesta revista eletrônica são de responsabilidade de seus autores. A reprodução do conteúdo, total ou parcial é permitida, desde que citado o Autor e a fonte, Factorama http://factorama2.blogspot.com. Publicação de divulgação científica em meio eletrônico. Destinada ao debate político, econômico, ambiental e territorial, com atualização diária. Ano 6, Primeira edição em julho de 2003. BLOG é abreviação de weblog. Vem de web, que significa internet, e log, de conectar-se à rede. Qualquer publicação freqüente de informações pode ser considerado um blog.

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Página Principal - Arquivo Morto do período de 12/2003 até 03/2006
 

A motosserra está de volta!!!

Motosserra

Copyright © 2011 JUGV


Arquivos FACTORAMA



Site Feed Site Feed

Add to Google