Factorama: http://factorama2.blogspot.com Publicação de divulgação científica em meio eletrônico.
Factorama

Atualizado diariamente - www.factorama.com.br - ISSN: 1808-818X

Desenvolvimento urbano sustentável

segunda-feira, março 05, 2007 6:09:00 PM


Uma parte dos Estados Unidos e também de algumas províncias do Canada busca diminuir suas emissoes de carbono e de outros gases que produzem o efeito estufa.
O New Urbanism propôs bairros com baixa densidade, lotes amplos, residências isoladas cercadas de verde ou conjuntos de casas agrupadas, emolduradas por passeios amplos e arborizados, pequenas praças de uso da vizinhança e ruas que conjugavam estacionamento, arborização e lazer.

Atualmente se percebe que a baixa densidade proposta pelo New Urbanism não é sustentável. Estes novos empreendimentos afastados exigem um investimento enorme em transporte pois baixas densidades provocam excessivo espalhamento urbano e distanciamento dos centros de comércio, trabalho e lazer. Mesmo os centros de bairro não funcionam como esperado pois a variedade de opçoes e produtos de consumo não é possível no comércio de bairro onde a população é esparsa.
Por outro lado, a alta densidade das torres de apartamentos constitui um problema tanto para a qualidade de vida dos usuários que perdem contato com a natureza, quanto para a socialização dos moradores (esta dificuldade de socialização nos edifícios ainda é um mistério à desvendar).

Portanto, parece que a solução está no meio termo entre a baixa e a média densidade. Edifícios de altura média, com no máximo 15 apartamentos por unidade de modo a permitir que todos se conheçam, com áreas de lazer adequadas ao número de pessoas e às diferentes faixas de idade da população, além de um eficiente serviço de transporte em comum parecem compor o novo modelo de assentamento urbano. Neste modelo, o carro individual cede lugar à bicicleta, ao ônibus elétrico sobre trilhos com um núcleo de comércio e serviços de bairro completo e bem estruturado. Para aumentar a disponibilidade de áreas de lazer no lote, estimula-se a criação de jardins no teto das edificaçoes.

Ainda assim, estamos muito longe de conceber uma cidade sustentável sem a participação da população, pois a principal dificuldade ainda é definir um nível de vida sustentável e aceitável por todos. O indicador de pegada ecológica parece ser a melhor ferramenta de avaliação da sutentabilidade do nivel de vida individual ou nacional.


Copyright © 2003 - 2010 Factorama. Os artigos contidos nesta revista eletrônica são de responsabilidade de seus autores. A reprodução do conteúdo, total ou parcial é permitida, desde que citado o Autor e a fonte, Factorama http://factorama2.blogspot.com. Publicação de divulgação científica em meio eletrônico. Destinada ao debate político, econômico, ambiental e territorial, com atualização diária. Ano 6, Primeira edição em julho de 2003. BLOG é abreviação de weblog. Vem de web, que significa internet, e log, de conectar-se à rede. Qualquer publicação freqüente de informações pode ser considerado um blog.

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Página Principal - Arquivo Morto do período de 12/2003 até 03/2006
 

A motosserra está de volta!!!

Motosserra

Copyright © 2011 JUGV


Arquivos FACTORAMA



Site Feed Site Feed

Add to Google